Select Page

Causa Real dá as boas vindas aos Reis de Espanha e exorta os Portugueses a reflectirem sobre a questão do Regime

A Causa Real, organização que congrega o movimento monárquico em Portugal, cumprimenta calorosamente Suas Majestades os Reis de Espanha que, uma vez mais, visitam a Portugal.

Os Portugueses não se esquecem que a segunda visita oficial feita pelo Rei Filipe VI depois de ser entronizado Rei, foi realizada a Portugal o que mostra bem não só o respeito, a simpatia e afecto que dedica ao nosso País, como a importância que considera terem a cooperação cultural, económica e social entre Portugal e Espanha.

O Programa de visitas a Guimarães, ao Porto e a Lisboa, sublinham de forma inequívoca esse respeito pelo património cultural comum dos dois povos da Península, mas também a vontade de estabelecer uma forte cooperação e entendimento nas áreas económicas e sociais, na cultura, na investigação e no conhecimento.

Estamos certos que depois desta visita, Espanha é o País mais relevante para as nossas exportações e balança comercial, serão reforçados os laços de cooperação com Portugal, e os dois Países saberão projectar no futuro, a forte aliança que a História comum lhes proporcionou.

Num momento em que tantas nações se dividem, tantos populismos e radicalismos se afirmam em todo o mundo, tanta corrupção abala os sistemas políticos, mesmo em democracia, vale a pena reflectir sobre o valor que para Espanha tem tido a Família Real. Como símbolo de coesão nacional e territorial, como referencial simbólico da História, da Cultura e da identidade do povo Espanhol. Como elemento agregador da Nação, como regulador verdadeiramente independente do funcionamento pleno das Instituições democráticas e, finalmente, pela notoriedade que detêm, como grandes “Embaixadores” dos interesses de Espanha no Mundo.

Neste momento também difícil para todos, vimos lembrar aos Portugueses que nunca escolheram se queriam um regime monárquico ou republicano, que Portugal tem um Rei, que se assume como o mesmo referencial de uma História que nos dignifica e que tem demonstrado a sua disponibilidade permanente para servir o nosso País.

Vimos lembrar aos Portugueses que este não será (ainda) o Rei de Portugal, mas continua a ser o Rei dos Portugueses e, nessa interessante qualidade, não deve ser dispensado de colaborar com a “Res Publica” para aprofundar a coesão e identidade nacionais e para enaltecer, em todo o Mundo, o nosso património histórico e cultural, reunindo todos aqueles que na diáspora também fazem Portugal!

Viva Portugal!

António de Sousa Cardoso

Presidente da Comissão Executiva da Causa Real

Left Menu Icon
Right Menu Icon