Select Page

Bem-vindo ao sítio da Causa Real
Bem-vindo ao sítio da Causa Real
Seja bem-vindo ao sítio da Causa Real, órgão monárquico de âmbito nacional. Este é um espaço ao serviço de todos os que simpatizam ou defendem a Monarquia para Portugal. Aqui pode encontrar toda a informação actualizada sobre as nossas actividades e as nossas ideias e propostas para Portugal.
Apresentação da Causa Real
Apresentação da Causa Real
A Causa Real é uma associação de direito civil, dotada de personalidade e capacidade jurídica e tem por missão a defesa do ideal monárquico, da Instituição Real e no limite a Restauração da Monarquia em Portugal, reconhecendo que os direitos dinásticos da Coroa Portuguesa pertencem à pessoa de Sua Alteza Real O Senhor Dom Duarte, Duque de Bragança, e a quem legitimamente lhe venha a suceder como Chefe da Casa Real.
Génese da Causa Real
Génese da Causa Real
A Causa Real tem a sua génese em 1911, como organização política de apoio a Dom Manuel II, com estatutos escritos pelo próprio soberano e a partir de 1932 continuou como órgão político de Sua Alteza Real o Senhor Dom Duarte Nuno, Duque de Bragança, aclamado sucessor do último rei reinante.
Apoie a Causa Real
Apoie a Causa Real
O seu donativo ajudar-nos-á a concretizar os nossos projectos e divulgar a Causa monárquica, ajudar-nos a construir um Portugal com mais futuro e mais esperança. Saiba como http://www.causareal.pt/donativos/.

Bem-vindo ao sítio da Causa Real

Seja bem-vindo ao sítio da Causa Real, órgão monárquico de âmbito nacional. Este é um espaço ao serviço de todos os que simpatizam ou defendem a Monarquia para Portugal. Aqui pode encontrar toda a informação actualizada sobre as nossas actividades e as nossas ideias e propostas para Portugal.
mais

Apresentação da Causa Real

A Causa Real é uma associação de direito civil, dotada de personalidade e capacidade jurídica e tem por missão a defesa do ideal monárquico, da Instituição Real e no limite a Restauração da Monarquia em Portugal, reconhecendo que os direitos dinásticos da Coroa Portuguesa pertencem à pessoa de Sua Alteza Real O Senhor Dom Duarte, Duque de Bragança, e a quem legitimamente lhe venha a suceder como Chefe da Casa Real.
mais

Génese da Causa Real

A Causa Real tem a sua génese em 1911, como organização política de apoio a Dom Manuel II, com estatutos escritos pelo próprio soberano e a partir de 1932 continuou como órgão político de Sua Alteza Real o Senhor Dom Duarte Nuno, Duque de Bragança, aclamado sucessor do último rei reinante.
mais

Apoie a Causa Real

O seu donativo ajudar-nos-á a concretizar os nossos projectos e divulgar a Causa monárquica, ajudar-nos a construir um Portugal com mais futuro e mais esperança.
Saiba Como

A Causa Real coordena, a nível nacional, o movimento monárquico, tendo como objectivo principal a promoção de uma alternativa política para Portugal.


Últimas Notícias

A Causa Real em constante actualização

 

Últimas Notícias

Inclusão do Duque de Bragança na Lei do Protocolo do Estado

Foi lançada uma petição para recuperar o devido lugar aos Duques de Bragança na Lei do Protocolo do Estado. Reivindica-se um lugar digno para o descendente e representante dos Reis de Portugal nas suas participações em actos oficiais.

Primeiros subscritores:

Abel Lima Baptista
Adalberto Manuel da Fonseca Neiva de Oliveira
Alberto Luís Laplaine Fernandes Guimarães
António Amadeu Magalhães Queirós de Sousa Cardoso
António Bernardo Aranha da Gama Lobo Xavier
António Filipe da Providência Santarém Anacoreta Correia
António Gil Alves Ferreira
António Maria Almeida Braga Pinheiro Torres
António Mendo Castro Henriques
António Pedro Nobre Carmona Rodrigues
António Ressano Garcia Cardoso Moniz (Palme)
António Rui Domingues Ferreira dos Santos
Arlindo Marques da Cunha
Augusto Henrique de Oliveira Domingues
Augusto Martins Ferreira do Amaral
Carla Maria Saviotti Molinari Osório de Castro
Carlos Aires Pereira Barbot
Carlos Alberto de Aguiar Vieira Gomes
Cristiano José de Seabra Van Zeller
Cristina Manuela Cardoso Tenreiro
Diogo Nuno de Gouveia Torres Feio
Duarte Paulo Teixeira de Azevedo
Eduardo Cintra Torres
Eduardo Marques Santos Cavaco
Emídio Ferreira dos Santos Sousa
Fernando Hélio Delgado Loureiro
Francisco José Nina Martins Rodrigues dos Santos
Francisco Maia de Abreu e Lima
Francisco Silva de Calheiros e Menezes
Gonçalo Nuno Caetano Alves
Helder Manuel Esménio
Henrique José Mendes Raposo
Ilda Maria Menezes de Araújo Novo
Isabel de Sousa Cardoso Marrana
Isabel Maria Gonçalves Folhadela de Oliveira Mendes Furtado
Isabel Maria Oliveira Machado Leal Pereira
Jaime Alexandre Nogueira Pinto
João Alberto Bacelar da Rocha Páris 
João Duarte Coelho de Sameiro Espregueira Mendes
João Gonçalves Pereira
João Jorge Gonçalves Fernandes Fugas
João Mattos e Silva
João Nuno de Lacerda Teixeira de Melo
Jorge Filipe Braga Barros Leão
José Adelino Eufrásio de Campos Maltez
José Agostinho Ribau Esteves
José Augusto Alarcão Troni 
José Lobo de Vasconcelos
José Luís da Rocha Ceia
José Luís Nogueira de Brito
José Manuel Moreira Cardoso da Costa
José Manuel Silva Oliveira
José Manuel Vaz Carpinteira
José Mendes Bota
José Tavares Veiga Silva Maltez
Katty Xiomara Santos Anjos
Leonor Ribeiro da Silva
Luís Francisco Valente de Oliveira
Luís Maria de Almeida (Lavradio)
Luís Miguel Capão Filipe
Luís Miguel da Silva Mendonça Alves
Luís Miguel Magalhães Mota de Sottomayor
Manuel António Garcia Braga da Cruz 
Manuel José de Valadares Souto Pinto Serrão
Miguel Vicente Esteves Cardoso
Paulo Jorge de Assunção Rodrigues Teixeira Pinto
Paulo Jorge Moreira Esteves
Pedro António Vaz Cardoso
Pedro Manuel Branco Ferraz da Costa
Pedro Monteiro Machado
Pedro Mota Soares
Pedro Quartin Graça Simão José
Ricardo Oliveira Figueiredo 
Rui Barreira Zink
Rui Carvalho de Araújo Moreira
Rui Manuel Lince Singeis Medinas Duarte
Salvador da Cunha Guedes
Salvador Malheiro Ferreira da Silva
Sarah Elisa Fernades Corsino
Telmo Augusto Gomes de Noronha Correia
Tomás de Carvalho Araújo Moreira
Vitor Carlos Latourette Marques

Morreu S.A. o Infante Dom Henrique de Bragança

S.A. O Infante Dom Henrique, Duque de Coimbra, partiu esta noite. Tinha 67 anos.

Nasceu no dia 6 de Novembro de 1949, em Berna, e era o irmão mais novo de S.A.R o Senhor Dom Duarte, Duque de Bragança e Chefe da Casa Real Portugusa.

Dom Henrique João de Bragança era o 4º Duque de Coimbra, filho de S.A.R o Senhor Dom Duarte Nuno de Bragança e de S.A.R a Senhora Dona Maria Francisca de Orleans e Bragança, Princesa do Brasil, bisneto do rei D. Miguel I.

Coimbra foi o primeiro ducado português conjuntamente com Viseu, tendo sido criado por Dom João I para comemorar a conquista de Ceuta.

S.A. o Infante Dom Henrique será sempre recordado pela Sua jovialidade e boa disposição, bem como pelo apoio prestado ao actual Chefe da Casa Real Portuguesa, seu irmão.

O velório realiza-se em São Vicente de Fora, Lisboa, a partir das 16h do dia 16 de Fevereiro, sendo a Missa de Corpo Presente celebrada pelas 19:30.
Na sexta-feira, dia 17, será celebrada Missa pelas 10h, no mesmo local, com saída para Santar, concelho de Nelas, onde haverá Missa na Igreja da Misericórdia pelas 16h.

Inclusão do Duque de Bragança na Lei do Protocolo do Estado

Foi lançada uma petição para recuperar o devido lugar aos Duques de Bragança na Lei do Protocolo do Estado. Reivindica-se um lugar digno para o descendente e representante dos Reis de Portugal nas suas participações em actos oficiais.

Primeiros subscritores:

Abel Lima Baptista
Adalberto Manuel da Fonseca Neiva de Oliveira
Alberto Luís Laplaine Fernandes Guimarães
António Amadeu Magalhães Queirós de Sousa Cardoso
António Bernardo Aranha da Gama Lobo Xavier
António Filipe da Providência Santarém Anacoreta Correia
António Gil Alves Ferreira
António Maria Almeida Braga Pinheiro Torres
António Mendo Castro Henriques
António Pedro Nobre Carmona Rodrigues
António Ressano Garcia Cardoso Moniz (Palme)
António Rui Domingues Ferreira dos Santos
Arlindo Marques da Cunha
Augusto Henrique de Oliveira Domingues
Augusto Martins Ferreira do Amaral
Carla Maria Saviotti Molinari Osório de Castro
Carlos Aires Pereira Barbot
Carlos Alberto de Aguiar Vieira Gomes
Cristiano José de Seabra Van Zeller
Cristina Manuela Cardoso Tenreiro
Diogo Nuno de Gouveia Torres Feio
Duarte Paulo Teixeira de Azevedo
Eduardo Cintra Torres
Eduardo Marques Santos Cavaco
Emídio Ferreira dos Santos Sousa
Fernando Hélio Delgado Loureiro
Francisco José Nina Martins Rodrigues dos Santos
Francisco Maia de Abreu e Lima
Francisco Silva de Calheiros e Menezes
Gonçalo Nuno Caetano Alves
Helder Manuel Esménio
Henrique José Mendes Raposo
Ilda Maria Menezes de Araújo Novo
Isabel de Sousa Cardoso Marrana
Isabel Maria Gonçalves Folhadela de Oliveira Mendes Furtado
Isabel Maria Oliveira Machado Leal Pereira
Jaime Alexandre Nogueira Pinto
João Alberto Bacelar da Rocha Páris 
João Duarte Coelho de Sameiro Espregueira Mendes
João Gonçalves Pereira
João Jorge Gonçalves Fernandes Fugas
João Mattos e Silva
João Nuno de Lacerda Teixeira de Melo
Jorge Filipe Braga Barros Leão
José Adelino Eufrásio de Campos Maltez
José Agostinho Ribau Esteves
José Augusto Alarcão Troni 
José Lobo de Vasconcelos
José Luís da Rocha Ceia
José Luís Nogueira de Brito
José Manuel Moreira Cardoso da Costa
José Manuel Silva Oliveira
José Manuel Vaz Carpinteira
José Mendes Bota
José Tavares Veiga Silva Maltez
Katty Xiomara Santos Anjos
Leonor Ribeiro da Silva
Luís Francisco Valente de Oliveira
Luís Maria de Almeida (Lavradio)
Luís Miguel Capão Filipe
Luís Miguel da Silva Mendonça Alves
Luís Miguel Magalhães Mota de Sottomayor
Manuel António Garcia Braga da Cruz 
Manuel José de Valadares Souto Pinto Serrão
Miguel Vicente Esteves Cardoso
Paulo Jorge de Assunção Rodrigues Teixeira Pinto
Paulo Jorge Moreira Esteves
Pedro António Vaz Cardoso
Pedro Manuel Branco Ferraz da Costa
Pedro Monteiro Machado
Pedro Mota Soares
Pedro Quartin Graça Simão José
Ricardo Oliveira Figueiredo 
Rui Barreira Zink
Rui Carvalho de Araújo Moreira
Rui Manuel Lince Singeis Medinas Duarte
Salvador da Cunha Guedes
Salvador Malheiro Ferreira da Silva
Sarah Elisa Fernades Corsino
Telmo Augusto Gomes de Noronha Correia
Tomás de Carvalho Araújo Moreira
Vitor Carlos Latourette Marques

Morreu S.A. o Infante Dom Henrique de Bragança

S.A. O Infante Dom Henrique, Duque de Coimbra, partiu esta noite. Tinha 67 anos.

Nasceu no dia 6 de Novembro de 1949, em Berna, e era o irmão mais novo de S.A.R o Senhor Dom Duarte, Duque de Bragança e Chefe da Casa Real Portugusa.

Dom Henrique João de Bragança era o 4º Duque de Coimbra, filho de S.A.R o Senhor Dom Duarte Nuno de Bragança e de S.A.R a Senhora Dona Maria Francisca de Orleans e Bragança, Princesa do Brasil, bisneto do rei D. Miguel I.

Coimbra foi o primeiro ducado português conjuntamente com Viseu, tendo sido criado por Dom João I para comemorar a conquista de Ceuta.

S.A. o Infante Dom Henrique será sempre recordado pela Sua jovialidade e boa disposição, bem como pelo apoio prestado ao actual Chefe da Casa Real Portuguesa, seu irmão.

O velório realiza-se em São Vicente de Fora, Lisboa, a partir das 16h do dia 16 de Fevereiro, sendo a Missa de Corpo Presente celebrada pelas 19:30.
Na sexta-feira, dia 17, será celebrada Missa pelas 10h, no mesmo local, com saída para Santar, concelho de Nelas, onde haverá Missa na Igreja da Misericórdia pelas 16h.

Logo Header Menu